quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Prefácio do volume II do livro CRÔNICAS PARA SÃO BORJA do Dr. Antoninho


        A palavra jornal vem do latim diurnale, que se refere ao dia, isto é, a publicação periódica de acontecimentos importantes e que mereçam destaque. Hoje, é comum estarmos ligados a tudo e a todos através deste mundo virtual que descobrimos há pouco tempo. Mas, tem um porém, muito da reflexão e do conhecimento da história está se perdendo, nesse ritmo acelerado que vivemos. Para reverter esse processo temos uma ferramenta importante, criada em 1799, um espaço dentro do diurnale chamado “crônica”.
Teoricamente (academicamente) a crônica é como “documento” para a análise do cotidiano, e como gênero jornalístico, deve ser simples e despretensiosa. Sendo assim, coletar crônicas de um periódico e reuni-las em um livro parece contrassenso. No entanto, há exceções. Existem crônicas que sobrevivem ao dia-a-dia, nos seus assuntos abordados. É o caso do texto do Dr. Antoninho (como é gentilmente chamado pelos amigos). Com um estilo simples, descontraído, quase conversando com o leitor, o autor registra a história de sua comunidade de forma carinhosa e até poética.
Há mais de uma década, suas crônicas têm encantado os são-borjenses. Lá em 1999, ele já havia publicado o primeiro volume do livro “Crônicas para São Borja”. Agora, apresentamos uma coletânea de seus textos publicados no Jornal Folha de São Borja entre 2000 e 2005. O cotidiano de São Borja e dos são-borjenses é o foco central de suas crônicas, mas não passa despercebido os assuntos importantes que afligem a humanidade.
É com imensa alegria que publico esta obra. Dr. Antoninho é o tipo de cronista que pode ser considerado como o poeta dos acontecimentos do dia-a-dia. Ele tem um lugar especial, e não só, na literatura são-borjense. Ele nos conduz pela mão e nos leva a um passeio através da nossa história e do nosso dia-a-dia com reflexão e poesia.

Cezar Augusto Rodrigues
Jornalista
Editor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Portfólio: Cezar Brites

create with flickr badge.